×

Brasil leva susto, mas vence China no primeiro amistoso para Liga das Nações


Brasil leva susto, mas vence China no primeiro amistoso para Liga das Nações

A seleção brasileira de vôlei masculino derrotou a China por 3 a 1 na noite desta terça-feira, 15, em amistoso de preparação para a Liga das Nações. O duelo foi disputado no ginásio do Abaeté, em Taubaté, interior paulista, e teve parciais de 25/18, 21/25, 25/20 e 25/21


As duas equipes voltarão a se enfrentar na quinta-feira, 17. Até lá, Renan Dal Zotto terá o reforço do central Lucão, que se apresenta nesta quarta-feira. O comandante também já terá anunciado os 21 atletas que disputarão a Liga das Nações. A estreia do Brasil será 25 de maio contra a Sérvia, na casa do adversário.

O JOGO

Pelo início de primeiro set, parecia que ia ser fácil. O Brasil abriu 6 a 2 logo de cara, dando a impressão de superioridade. Mas só pareceu. Após uma parada técnica usada logo no começo, os chineses reagiram e conseguiram equilibrar. Com uma boa leitura de jogadas, o bloqueio dos visitantes fez frente aos potentes ataques de Wallace e Maurício Borges, os mais acionados por Bruninho. O alívio só veio após uma boa passagem de Leonardo no saque. Com três pontos seguidos, ele deixou encaminhada a vitória, que viria por 25 a 18.

No segundo set, foi a China quem começou com tudo e forçou um tempo logo de cara por parte de Renan Dal Zotto. Agressivos no saque e com um bloqueio preciso, os chineses ficaram a frente por todo o segundo set e conseguiram deixar tudo igual por 25 a 21.
O susto deu resultado, e no terceiro set, Brasil e China foram equilibrados, praticamente de ponta a ponta. Até que Isac saiu do banco. Ele entrou no finzinho do terceiro set, foi para o saque e não saiu mais. Dificultando a recepção dos chineses, o central do Cruzeiro liderou a arrancada brasileira para fechar o terceiro set em 25 a 20.

E Isac começou o quarto set como terminou o terceiro. Infernizando a recepção chinesa. Com as pancadas do central, o Brasil abriu 5 a 0 logo de cara. Agressiva, a seleção brasileira administrou boa vantagem no início do período. Porém, após a casa dos dez pontos, diminuiu o ritmo. Consequentemente, viu a China crescer e encostar. Foi preciso o técnico Renan Dal Zotto parar o jogo para fazer o Brasil voltar a se impor. Deu certo. Na reta final, os brasileiros não deram chances para os visitantes e venceram o set por 25 a 21.

Brasil

Titulares: Bruninho, Wallace, Otávio, Maurício Souza, Maurício Borges e Leonardo. Líbero: Thales Hoss. Entraram: Douglas Souza, Isaac e Alan. Técnico: Renan Dal Zotto

China

Titulares: Chen Zhang, Chuan Jiang, Longhai Chen, Shuhan Rao, Meng Liu e Libin Liu. Líbero: Jiahua Tong. Técnico: Raul Lozano

Autor: ,postado em 01/05/2018


Comentários

Não há comentários para essa noticia

Mande uma Resposta