×

Vitória tem tabela complicada e precisa superar 1º turno para evitar queda


Vitória tem tabela complicada e precisa superar 1º turno para evitar queda

Dez jogos separam o Vitória do fim da temporada, e o resultado dessas partidas determinará o futuro do clube. Atualmente, a equipe comandada por Paulo Cézar Carpegiani ocupa a 18ª colocação da Série A, com 29 pontos. Segundo o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, o risco de rebaixamento é de 51%. Já a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) aponta uma probabilidade de 58% de queda para o Rubro-Negro baiano.

O primeiro dos últimos dez jogos do Vitória em 2018 será contra a Chapecense, no domingo, às 11h (de Brasília), na Arena Condá, em Chapecó. Os outros adversários, na sequência, serão Corinthians, São Paulo, Paraná, Bahia, Sport, Atlético-PR, Cruzeiro, Grêmio e Palmeiras. Serão cinco jogos como mandante e cinco como visitante. A tabela pode ser considerada complicada, uma vez que a equipe baiana terá pela frente três partidas contra times que disputam as primeiras posições da tabela (São Paulo, Grêmio e Palmeiras) e quatro confrontos diretos contra rivais que estão na briga contra o Z-4 (Chapecoense, Paraná, Bahia e Sport).

A reta final do Campeonato Brasileiro tende a ser o período mais complicado para o Rubro-Negro. Será uma sequência de quatro adversários que estão na metade de cima da tabela de classificação e em boa fase. A partida que encerra a participação do Vitória na Série A será contra o Palmeiras, em São Paulo. O Alviverde é atualmente o líder da competição, mesmo com a opção do técnico Luiz Felipe Scolari em poupar parte da equipe titular para privilegiar a Copa Libertadores da América.

Desempenho do Vitória nas últimas dez rodadas do 1º turno

Jogos Pontuação
Vitória 1 x 0 Chapecoense +3
Corinthians 0 x 0 Vitória +1
São Paulo 3 x 0 Vitória 0
Vitória 1 x 0 Paraná +3
Bahia 4 x 1 Vitória 0
Vitória 1 x 0 Sport +3
Atlético-PR 4 x 0 Vitória 0
Vitória 1 x 1 Cruzeiro +1
Grêmio 4 x 0 Vitória 0
Vitória 0 x 3 Palmeiras 0
  Total: 11 pontos

Em meio à dificuldade dos jogos, será preciso subir de produção para atingir os 45 pontos, número que, pelo histórico do Campeonato Brasileiro, é considerado seguro para evitar o descenso. No primeiro turno, o Vitória conquistou 11 pontos nas últimas dez rodadas. Se repetir o aproveitamento, chegaria a 40. Apenas uma vez na história dos pontos corridos com 20 clubes uma equipe se salvou com essa pontuação. Foi em 2010, quando o Palmeiras terminou em 16º lugar, enquanto o Rubro-Negro baiano foi rebaixado, com 38. Nos últimos três anos, foi preciso atingir no mínimo 43 pontos para permanecer na Série A.

Para chegar aos 45 pontos, o Vitória precisa vencer cinco partidas e empatar uma, o que equivale a um aproveitamento de 53%, portanto, um desempenho de G-6. O rendimento atual do time é de 34,5%.

Pontuação necessária para evitar o rebaixamento
Contagem feita a partir de 2006, quando o Brasileiro passou a contar com 20 clubes
444445454444464642424343454545454040434345454343Pontuação do primeiro time fora do Z-4200620072008200920102011201220132014201520162017384042444648

Ao se levar em conta somente o segundo turno, o Rubro-Negro tem aproveitamento um pouco melhor, mas ainda inferior ao necessário para chegar à pontuação ideal. Nas últimas nove partidas, foram três triunfos, um empate e cinco derrotas, desempenho de 37%.

A campanha atual do Vitória é inferior à das últimas duas temporadas, quando o time brigou contra o rebaixamento até os últimos instantes. Em 2017, o Rubro-Negro chegou à 29ª rodada na 15ª posição com 33 pontos, um a mais que a Ponte Preta, primeiro time que ocupava a zona de rebaixamento. Em 2016, quando restavam dez jogos em disputa, a equipe baiana aparecia na 13ª colocação, com 35 pontos, quatro a mais que o Figueirense, que abria o Z-4.

 

Autor: ,postado em 04/09/2018


Comentários

Não há comentários para essa noticia

Mande uma Resposta