×

Mais segura e rßpida que o implante convencional


Mais segura e rßpida que o implante convencional

Já passou do tempo em que tratamentos de reabilitação oral eram associados à dor e incômodo. Hoje, ir ao dentista para realizar um procedimento cirúrgico é uma atividade cada vez mais agradável e transformadora, graças aos avanços tecnológicos nessa área. Pensando nisso, a clínica Spazio Oral trouxe uma nova oportunidade aos pacientes que desejam novos dentes através do implante dentário sem cortes ou denominado implante guiado. “É uma alternativa menos invasiva para as pessoas que têm receio de se submeterem ao tratamento convencional, pois a sutura por pontos se faz necessária apenas em algumas raras situações”, explica a periodontista Renata Barbosa, sócia da clínica Spazio Oral.



A função do implante é substituir a raiz do dente natural, que foi perdido devido a problemas de saúde bucal, e servir como base para implantação de uma prótese, que é um dente artificial. O processo cirúrgico do implante convencional exige que o dentista faça cortes na gengiva para colocar o pino na boca do paciente. Nesses casos, a gengiva é descolada para que o profissional consiga realizar seu trabalho.

Já nessa nova tecnologia, os implantes guiados são instalados em um procedimento chamado de cirurgia guiada, que é planejada no computador por meio de um software específico. A técnica, mais precisa e segura que a anterior, está na utilização de um guia cirúrgico - um dispositivo acrílico adaptado sobre dentes e gengivas que orienta o dentista sobre o local e a profundidade exatos em que cada implante dentário será instalado.

Além de devolver as funções estéticas e mastigatórias do dente perdido, restaurando a autoestima da pessoa, o implante sem cortes propõe uma recuperação muito mais rápida e com menos dores. “O pós-operatório é bem mais simples, sem pontos e quase sem sangramento, ou seja, com menos restrições. O paciente pode retomar às suas atividades normais mais rápido”, destaca Renata.

Além de ser uma solução para aquelas pessoas que entram em pânico só de pensar em procedimentos cirúrgicos da odontologia, a técnica otimiza os resultados mastigatórios e  restaura o sorriso de pessoas que há muito tempo se conformaram a viver sem os dentes. “Os benefícios gerados pelos implantes dentários vão além da estética e também permitem melhora funcional, fonética, nutricional e emocional aos pacientes”, pontua Renata.

Estética agregada

Do ponto de vista estético, os implantes permitem que os dentes substituídos tenham uma aparência natural, harmônica, destacando o sorriso. “Além de todos os benefícios funcionais, podemos dizer que a principal vantagem é a melhora da autoestima e, consequentemente, da qualidade de vida e equilíbrio emocional do paciente”, destaca o sócio da Spazio Oral e especialista em odontologia estética, Dylton Augusto Neto.

A clínica conta com uma equipe multidisciplinar e integrada e, no caso dos implantes, a periodontista planeja o tratamento em conjunto com a equipe de reabilitação estética para que se tenha o melhor resultado possível. “O paciente é o nosso principal patrimônio. Por isso, buscamos um atendimento de alta performance, com um trabalho multidisciplinar e planejado, baseado em tecnologia digital, para oferecer maior precisão nos resultados, que se tenha o mínimo de dor e promova ao paciente a melhor experiência possível no tratamento”, afirma o também sócio da Spazio Oral e especialista em odontologia estética, José Medeiros Filho.

Entre os procedimentos estéticos que podem ser complementares ao uso dos implantes estão a plástica gengival, o clareamento dental e as lentes de contato, que devem ser feitos antes da colocação da prótese para que não fiquem com a aparência desigual dos demais dentes. “Trazemos a tecnologia baseada em evidências promovendo sempre resultados maravilhosos para os nossos pacientes, além de tornar as consultas uma experiência agradável”, finaliza Dylton.


Autor postado em 22/07/2019


Comentários

NŃo hß comentßrios para esse Artigo!

Mande uma Resposta

Arquivos

  • Agosto de 2019
  • Julho de 2019
  • Junho de 2019
  • Maio de 2019
  • Abril de 2019
  • Mar´┐Żo de 2019
  • Fevereiro de 2019
  • Janeiro de 2019
  • Dezembro de 2018
  • Novembro de 2018
  • Outubro de 2018
  • Setembro de 2018
  • Agosto de 2018
  • Julho de 2018
  • Junho de 2018
  • Maio de 2018
  • Abril de 2018
  • Mar´┐Żo de 2018
  • Fevereiro de 2018
  • Janeiro de 2018
  • Dezembro de 2017
  • Novembro de 2017
  • Outubro de 2017
  • Setembro de 2017
  • Agosto de 2017
  • Julho de 2017
  • Junho de 2017
  • Maio de 2017
  • Abril de 2017
  • Mar´┐Żo de 2017
  • Fevereiro de 2017
  • Janeiro de 2017
  • Dezembro de 2016
  • Novembro de 2016
  • Outubro de 2016
  • Setembro de 2016
  • Agosto de 2016
  • Julho de 2016
  • Junho de 2016
  • Maio de 2016
  • Abril de 2016
  • Mar´┐Żo de 2016
  • Fevereiro de 2016
  • Janeiro de 2016
  • Dezembro de 2015
  • Novembro de 2015
  • Outubro de 2015
  • Setembro de 2015
  • Agosto de 2015
  • Julho de 2015
  • Junho de 2015
  • Maio de 2015
  • Abril de 2015
  • Mar´┐Żo de 2015
  • Fevereiro de 2015
  • Janeiro de 2015
  • Dezembro de 2014
  • Novembro de 2014
  • Outubro de 2014
  • Setembro de 2014
  • Agosto de 2014
  • Julho de 2014
  • Junho de 2014
  • Maio de 2014
  • Abril de 2014
  • Mar´┐Żo de 2014
  • Fevereiro de 2014
  • Janeiro de 2014
  • Dezembro de 2013
  • Novembro de 2013
  • Outubro de 2013
  • Setembro de 2013
  • Agosto de 2013
  • Julho de 2013
  • Junho de 2013
  • Maio de 2013
  • Abril de 2013
  • Mar´┐Żo de 2013
  • Fevereiro de 2013
  • Janeiro de 2013
  • Dezembro de 2012
  • Novembro de 2012
  • Outubro de 2012
  • Setembro de 2012
  • Agosto de 2012
  • Julho de 2012
  • Junho de 2012
  • Maio de 2012
  • Abril de 2012
  • Mar´┐Żo de 2012
  • Fevereiro de 2012
  • Dezembro de 2011
  • Novembro de 2011
  • Outubro de 2011
  • Setembro de 2011
  • Agosto de 2011
  • Julho de 2011
  • Junho de 2011
  • Maio de 2011
  • Abril de 2011
  • Mar´┐Żo de 2011
  • Fevereiro de 2011
  • Janeiro de 2011
  • Dezembro de 2010
  • Novembro de 2010
  • Setembro de 2010
  • Abril de 2010
  • Janeiro de 2006
  • Dezembro de 0
  • Publicidade