×

10 mentiras que o seu médico conta que podem matá-lo


10 mentiras que o seu médico conta que podem matá-lo

"Uma mentira contada mil vezes, torna-se verdade". Foi com essa afirmação que o ministro de Propaganda de Adolf Hitler, Joseph Goebbels, resumiu o resultado – ao longo do tempo - da divulgação de notícias ilegítimas. E esse é o ponto de partida do livro "10 mentiras que o seu médico conta que podem matá-lo": os mitos divulgados por anos e anos pela medicina, impulsionados pelos interesses da indústria, especialmente a alimentícia, farmacêutica e de mineração, levaram milhares de pacientes a acreditarem em notícias que, além de serem mentirosas, podem matar.



O livro, de autoria do médico e professor da Universidade Estadual do Maranhão e pós-graduado em Dermatologia e Medicina do Trabalho, Magno Magalhães, faz um alerta sobre alimentos e produtos que são consumidos e utilizados pelas pessoas - com aval e respaldo médico. "O objetivo é estimular a reflexão de todos sobre os hábitos em relação ao consumo dessas substâncias e como mudanças simples no dia a dia podem trazer benefícios importantes à saúde", explica.

Ao longo da obra, dividida em dez capítulos e 114 páginas, o autor disserta sobre diversas mentiras compartilhadas pelo meio médico e levanta algumas questões consideradas polêmicas. Magno questiona a verdadeira função de alimentos como soja, leite e margarina, que são vistos pelas pessoas como inofensivos à saúde e que fazem parte do cardápio brasileiro. Explicando a composição de cada um e como agem no organismo, Magno Magalhães traz revelações que podem transformar a imagem dessas substâncias, impactando no questionamento de seu consumo, já que todos possuem matérias capazes de causar o desenvolvimento de diferentes tipos de câncer no corpo.

O médico, inclusive, mexe no café da manhã típico do brasileiro, formado basicamente, por pão, margarina e leite. "Eu costumo dizer que a margarina, que está mais para uma versão pastosa de plástico do que para um alimento. Já o leite é o reflexo da mentira que ouvimos durante anos: ele não fortalece os ossos, tampouco evita osteoporose. Por fim, o glúten do pão nada mais é que uma proteína que mata em silêncio", polemiza o autor.

Agora, para aqueles que acreditam que o flúor é o grande salvador da pátria, más notícias. O mineral é abordado pelo autor como um grande risco à saúde, mas que a indústria farmacêutica esconde essa informação para que ele possa ser usado na composição de medicamentos, principalmente em antidepressivos.

O colesterol também ganha espaço na obra. Segundo o médico Magno Magalhães, a substância é essencial ao organismo, porém, é tratada com injustiça pelos profissionais da saúde. Em contrapartida, a homocisteína, um aminoácido, é apresentada como um inimigo silencioso, já que o baixo consumo de ácido fólico e vitaminas B6 e B12 sobem os níveis dessa substância, provocando infartos e acidente vascular cerebral (AVC).

A obra, que tem como objetivo disseminar conhecimento e levantar discussões diante das informações apresentadas, também tem o intuito de alertar os profissionais da saúde e os que iniciarão seus estudos para que tenham cuidado com as pesquisas estudadas, analisando minuciosamente sua veracidade.

Por fim, o título traz um alerta importante sobre o poder das indústrias farmacêutica e alimentícia pelas substâncias descritas ao longo dos capítulos que fazem mal para a saúde, mas que são usadas na composição de alimentos e medicamentos.

FICHA TÉCNICA:

Título: 10 mentiras que o seu médico conta que podem matá-lo

Autora: Magno Magalhães

Editora: Pensar

Edição: 1ª

Ano: 2019

Idioma: português

Páginas: 114

Preço: R$ 39,90 (Livraria Cultura)

Autor postado em 07/11/2019


Comentários

Não há comentários para esse Artigo!

Mande uma Resposta

Arquivos

  • Outubro de 2019
  • Setembro de 2019
  • Agosto de 2019
  • Julho de 2019
  • Junho de 2019
  • Maio de 2019
  • Abril de 2019
  • Mar�o de 2019
  • Fevereiro de 2019
  • Janeiro de 2019
  • Dezembro de 2018
  • Novembro de 2018
  • Outubro de 2018
  • Setembro de 2018
  • Agosto de 2018
  • Julho de 2018
  • Junho de 2018
  • Maio de 2018
  • Abril de 2018
  • Mar�o de 2018
  • Fevereiro de 2018
  • Janeiro de 2018
  • Dezembro de 2017
  • Novembro de 2017
  • Outubro de 2017
  • Setembro de 2017
  • Agosto de 2017
  • Julho de 2017
  • Junho de 2017
  • Maio de 2017
  • Abril de 2017
  • Mar�o de 2017
  • Fevereiro de 2017
  • Janeiro de 2017
  • Dezembro de 2016
  • Novembro de 2016
  • Outubro de 2016
  • Setembro de 2016
  • Agosto de 2016
  • Julho de 2016
  • Junho de 2016
  • Maio de 2016
  • Abril de 2016
  • Mar�o de 2016
  • Fevereiro de 2016
  • Janeiro de 2016
  • Dezembro de 2015
  • Novembro de 2015
  • Outubro de 2015
  • Setembro de 2015
  • Agosto de 2015
  • Julho de 2015
  • Junho de 2015
  • Maio de 2015
  • Abril de 2015
  • Mar�o de 2015
  • Fevereiro de 2015
  • Janeiro de 2015
  • Dezembro de 2014
  • Novembro de 2014
  • Outubro de 2014
  • Setembro de 2014
  • Agosto de 2014
  • Julho de 2014
  • Junho de 2014
  • Maio de 2014
  • Abril de 2014
  • Mar�o de 2014
  • Fevereiro de 2014
  • Janeiro de 2014
  • Dezembro de 2013
  • Novembro de 2013
  • Outubro de 2013
  • Setembro de 2013
  • Agosto de 2013
  • Julho de 2013
  • Junho de 2013
  • Maio de 2013
  • Abril de 2013
  • Mar�o de 2013
  • Fevereiro de 2013
  • Janeiro de 2013
  • Dezembro de 2012
  • Novembro de 2012
  • Outubro de 2012
  • Setembro de 2012
  • Agosto de 2012
  • Julho de 2012
  • Junho de 2012
  • Maio de 2012
  • Abril de 2012
  • Mar�o de 2012
  • Fevereiro de 2012
  • Dezembro de 2011
  • Novembro de 2011
  • Outubro de 2011
  • Setembro de 2011
  • Agosto de 2011
  • Julho de 2011
  • Junho de 2011
  • Maio de 2011
  • Abril de 2011
  • Mar�o de 2011
  • Fevereiro de 2011
  • Janeiro de 2011
  • Dezembro de 2010
  • Novembro de 2010
  • Setembro de 2010
  • Abril de 2010
  • Janeiro de 2006
  • Dezembro de 0
  • Publicidade