×

Dicas para manter a sade bucal no vero


Dicas para manter a sade bucal no vero

A estação mais quente do ano chegou com força e, junto com ela, o período de festas, férias e muitas mudanças na rotina. “É normal que os hábitos fiquem desregulados. É também no verão que consumimos mais alimentos cariogênicos – que provocam a cárie – e bebidas geladas, além de sorvetes e picolés”, explica Dylton Neto, dentista e sócio da Spazio Oral. Mas com pequenas mudanças e alguns cuidados extras, é possível chegar com o sorriso intacto no final do verão.



Alimentos com alto teor de açúcar (cariogênicos) como sorvetes, picolés e refrigerantes, são queridinhos das bactérias bucais causadoras da cárie, estimulam a proliferação dessas bactérias formando uma camada bacteriana sobre o dente (biofilme) com mais rapidez e facilidade, avalia o dentista e sócio da Spazio Oral José Medeiros Filho. “Como passamos mais tempo fora de casa, a boca pode ficar sem a devida higienização, o que propicia o aparecimento de cáries e outros problemas, como a erosão ácida dos dentes”.

Como evitar o mau hálito?

De acordo com Renata Barbosa, também dentista e sócia da Spazio Oral, “O acúmulo de restos de alimentos e a ingestão constante de bebidas ácidas e alcoólicas, como refrigerantes, cervejas, caipirinhas e alguns alimentos além de tornar o ambiente bucal mais suscetível ao desenvolvimento de cáries, pode provocar ainda alterações no hálito”, destaca. “O leite dos sorvetes, assim como a cerveja, tem a capacidade de formar uma película sobre a língua, fazendo com que fique branca e causando halitose depois de um tempo. Para evitar o mau hálito, o ideal é beber água e fazer bochechos. Além disso, é preciso ter atenção redobrada na hora da escovação. Além disso, a ingestão constante de álcool em longo prazo pode estimular lesões pré cancerígenas, por isso, beber com moderação é fundamental. Caso apareça qualquer alteração, é fundamental comunicar o dentista”.

Mantenha o PH bucal em equilíbrio

Também é no verão que o consumo de alimentos cítricos, isotônicos e sucos ácidos ficam em alta porque são refrescantes e combatem o calor. “Esses alimentos de composição ácida alteram o PH da boca, deixando os dentes ligeiramente "amolecidos", que, por sua vez, podem provocar erosão ácida, cáries e aumento da sensibilidade”, explica a dentista e sócia da Spazio Oral Júlia Torres. A dentista destaca, no entanto, que não precisa retirar esses alimentos da dieta, mas evitar escovar os dentes imediatamente após o consumo e fazer bochechos com água. “O ideal é esperar cerca de 30 minutos para dar tempo de restabelecer o PH bucal”. A mesma dica do bochecho vale para alimentos de pigmentação escura, como o açaí, que podem acabar manchando a dentina se consumidos em excesso e sem a higienização necessária.

Atenção com a higiene

Os dentistas ainda destacam que é muito importante ter sempre em mãos um pequeno kit de higiene bucal com escova, pasta e fio dental. “Como é mais comum passarmos mais tempo na rua, na praia, em passeios ou festas, vale a pena ter um kit básico no carro ou na bolsa. Não tem problemas cometer excessos um dia ou outro, o problema é fazer da má higiene bucal um hábito”, destaca Dylton. Também é muito importante cuidar da saúde dos lábios e investir em protetores e hidratantes labiais para evitar rachaduras, ressecamentos e até mesmo feridas provocadas pelo excesso de sol na região.

Cuidados redobrados com os pequenos

Se os adultos já ficam mais expostos a alimentos cariogênicos no verão, as crianças precisam de ainda mais atenção nesse ponto. Os pequenos comem muitos doces e salgadinhos e, durante as férias, alguns têm a rotina alimentar completamente desestabilizada. “O excesso de carboidratos é muito prejudicial à saúde bucal, mas as crianças não tem o senso de responsabilidade totalmente formado, então é tarefa dos responsáveis orientar e estabelecer uma rotina de higiene bucal”, explica Júlia Torres.

Risco maior de traumatismos dentários

No período das férias, aumentam os riscos de quedas e traumatismos dentários. A queda é o tipo de acidente mais frequente com crianças de todas as faixas etárias, no entanto, os adultos também estão suscetíveis a sofrerem com acidentes e acabarem com um dente quebrado ou, pior, arrancado.

Se o dente cair por inteiro e estiver limpo, o ideal e colocá-lo de volta no lugar, encaixado na boca da pessoa. Agora, se o dente estiver sujo, mesmo que esteja muito sujo, Renata Barbosa alerta que não se deve, em hipótese alguma, tentar limpar ou esfregar. “Nessa tentativa, você corre o risco de matar os ligamentos do dente e dificultar um eventual reimplante. É importante lembrar que o dente é um tecido vivo, se ressecar ou morrer no trajeto, não será possível realizar o reimplante”. A dentista orienta que, caso ocorra uma fratura ou não seja possível encaixar o dente de volta na boca, a pessoa deve colocá-lo em imersão com leite (ou soro fisiológico) e procurar o dentista imediatamente para avaliar a possibilidade de reimplante do fragmento.

Período ideal para revisar a saúde da boca

Muitas pessoas aproveitam o período das férias para fazer o checkup e cuidar dos dentes, tanto no quesito saúde, realizando a profilaxia e correção dentária, quanto da parte estética, com tratamentos pouco invasivos, como clareamento e restauração dentária. "A limpeza dentária (que inclui remoção de placa e tártaro) e aplicação de flúor devem ser feitos a cada seis meses e são fundamentais para manter os dentes mais limpos, saudáveis e ajudam a evitar o desenvolvimento de problemas que podem causar dor ou sintomas desagradáveis”, destaca Júlia Torres. Além disso, é realizado um exame completo e minucioso na região bucal, incluindo gengiva e mucosa da boca.



Autor postado em 17/01/2020


Comentários

No h comentrios para esse Artigo!

Mande uma Resposta

Arquivos

  • Janeiro de 2020
  • Dezembro de 2019
  • Novembro de 2019
  • Outubro de 2019
  • Setembro de 2019
  • Agosto de 2019
  • Julho de 2019
  • Junho de 2019
  • Maio de 2019
  • Abril de 2019
  • Mar�o de 2019
  • Fevereiro de 2019
  • Janeiro de 2019
  • Dezembro de 2018
  • Novembro de 2018
  • Outubro de 2018
  • Setembro de 2018
  • Agosto de 2018
  • Julho de 2018
  • Junho de 2018
  • Maio de 2018
  • Abril de 2018
  • Mar�o de 2018
  • Fevereiro de 2018
  • Janeiro de 2018
  • Dezembro de 2017
  • Novembro de 2017
  • Outubro de 2017
  • Setembro de 2017
  • Agosto de 2017
  • Julho de 2017
  • Junho de 2017
  • Maio de 2017
  • Abril de 2017
  • Mar�o de 2017
  • Fevereiro de 2017
  • Janeiro de 2017
  • Dezembro de 2016
  • Novembro de 2016
  • Outubro de 2016
  • Setembro de 2016
  • Agosto de 2016
  • Julho de 2016
  • Junho de 2016
  • Maio de 2016
  • Abril de 2016
  • Mar�o de 2016
  • Fevereiro de 2016
  • Janeiro de 2016
  • Dezembro de 2015
  • Novembro de 2015
  • Outubro de 2015
  • Setembro de 2015
  • Agosto de 2015
  • Julho de 2015
  • Junho de 2015
  • Maio de 2015
  • Abril de 2015
  • Mar�o de 2015
  • Fevereiro de 2015
  • Janeiro de 2015
  • Dezembro de 2014
  • Novembro de 2014
  • Outubro de 2014
  • Setembro de 2014
  • Agosto de 2014
  • Julho de 2014
  • Junho de 2014
  • Maio de 2014
  • Abril de 2014
  • Mar�o de 2014
  • Fevereiro de 2014
  • Janeiro de 2014
  • Dezembro de 2013
  • Novembro de 2013
  • Outubro de 2013
  • Setembro de 2013
  • Agosto de 2013
  • Julho de 2013
  • Junho de 2013
  • Maio de 2013
  • Abril de 2013
  • Mar�o de 2013
  • Fevereiro de 2013
  • Janeiro de 2013
  • Dezembro de 2012
  • Novembro de 2012
  • Outubro de 2012
  • Setembro de 2012
  • Agosto de 2012
  • Julho de 2012
  • Junho de 2012
  • Maio de 2012
  • Abril de 2012
  • Mar�o de 2012
  • Fevereiro de 2012
  • Dezembro de 2011
  • Novembro de 2011
  • Outubro de 2011
  • Setembro de 2011
  • Agosto de 2011
  • Julho de 2011
  • Junho de 2011
  • Maio de 2011
  • Abril de 2011
  • Mar�o de 2011
  • Fevereiro de 2011
  • Janeiro de 2011
  • Dezembro de 2010
  • Novembro de 2010
  • Setembro de 2010
  • Abril de 2010
  • Janeiro de 2006
  • Dezembro de 0
  • Publicidade