×

Apresentado, Gilberto promete ajudar o Bahia com experiência e marcando gols


Apresentado, Gilberto promete ajudar o Bahia com experiência e marcando gols

Em meio à crise pela fase difícil por que passa no Campeonato Brasileiro, o Bahia apresentou, na tarde desta segunda-feira, um reforço para o ataque. Aos 29 anos, o centroavante Gilberto chegou ao Tricolor com a missão de ajudar a equipe a sair da situação complicada na Série A, já que a equipe está na 18ª posição e não vence há quatro jogos. No Fazendão desde a semana passada, ele tem contrato válido até dezembro deste ano.

Confiante, o centroavante espera uma passagem de muitos gols pelo Bahia, uma necessidade do clube nesta edição do Brasileirão. Com nove gols marcados em 11 jogos, o Tricolor só balançou a rede mais vezes que Cruzeiro, Paraná e Ceará.

- Nunca assumiria uma coisa sem ter plena certeza de que poderia dar o meu melhor. Vou dar o meu melhor com a camisa do Bahia. Meu principal compromisso é esse. Vou ajudar em todos os momentos. E fazer gol. O nove tem que fazer gol. Quero fazer muitos gols. O Bahia, com essa qualidade que tem, acho que vou fazer muitos gols – disse Gilberto.

O atacante também garantiu que pode contribuir com a equipe de outras formas. A experiência, segundo ele, pode contar muito no vestiário.

- Um pouco mais experiente. Em outras passagens por clubes do Brasil, era um pouco inexperiente. Agora tem uma rodagem, um equilíbrio mental para ajudar meus companheiros, tanto falando palavras que possam confortar um jogador a ir bem numa partida, como também ajudar em vibração, mostrar que a gente consegue, que não pode abaixar a cabeça para time nenhum no Brasil.

O atacante foi apresentado pelo diretor de futebol do Bahia, Diego Cerri. Na coletiva, Cerri elogiou o atacante e destacou a postura dele antes mesmo de ser oficializado como reforço.

- Esses dias comentei que gostei muito da posição que ele tomou, dizendo que, mesmo sem estar nas condições ideais, parte física, por estar voltando agora, estava chegando e se dispôs a entrar em campo mesmo sem as condições ideais. Achei bacana a postura, a vontade de ajudar. Desejo que tenha adaptação rápida e que nos ajude. Bem-vindo, Gilberto.

O último clube de Gilberto foi o Yeni Malatyaspor, da Turquia, onde marcou dois gols em 12 jogos e ficou na reserva. O atacante espera estar à disposição do novo técnico do Bahia depois da parada para a Copa do Mundo.

- Eu só vou poder estrear depois da Copa. Vou ficar treinando a parte física, porque é voltar na ponta dos cascos. Vou fazer o melhor possível para, quando estrear, estar em alto nível. [...] Acho que sim [que o tempo é suficiente para a preparação]. É até mais do que suficiente. Pouco mais de duas semanas, acho que consigo, sim.

Durante a coletiva, Gilberto também explicou como prefere jogar. O atacante acredita que não consegue render tanto atuando pelos lados e prefere ficar mais próximo ao gol.

- Faz muito tempo que joguei pelo lado. Não vejo essa característica no meu futebol. Tenho a explosão, mas não tenho a resistência que tinha antes, que é o que quem joga pelo lado precisa. Tenho que me posicionar bem na área, procurar o espaço para finalizar e fazer os gols.

Gilberto é alagoano, da cidade de Piranhas, e tem 29 anos. Centroavante de ofício, iniciou a carreira no Santa Cruz e acumulou passagens por Internacional, Portuguesa, Vasco e São Paulo, além do Toronto, do Canadá, e Chicago Fire, dos Estados Unidos. Ele vai disputar posição com Edigar Junio e Júnior Brumado, que estão machucados, e Kayke, que atuou como titular no empate em 3 a 3 com o Botafogo, mas tem as atuações questionadas pelo torcedor tricolor."Se dispôs a entrar em campo mesmo sem as condições ideais", diz Cerri sobre o atacante Gilberto (Foto: Ruan Melo)"Se dispôs a entrar em campo mesmo sem as condições ideais", diz Cerri sobre o atacante Gilberto (Foto: Ruan Melo)


Confira outros trechos da entrevista coletiva do atacante Gilberto:

Por que foi bem no São Paulo?
- Qualidade do elenco. Tinha bastante qualidade, assim como quando escolhi o Bahia, conversei bastante sobre o grupo, sobre todos que estavam aqui, a qualidade deles. Todo mundo fala da qualidade do time, de como se comporta nos momentos difíceis e consegue superar. Tentar buscar minha melhor forma e quando tiver a oportunidade de entrar, ajudar meus companheiros da melhor forma.

Diferença entre o futebol brasileiro e o turco
- Futebol brasileiro é diferente de todo o resto do mundo. Futebol técnico que aos poucos está se tornando um futebol físico, com bastantes transições de ataque. Isso, junto com a técnica, sobressai. Não à toa somos a melhor Seleção do mundo. É sempre diferente visitar outros países.

Primeiro contato com a torcida do Bahia
- Torcida apoiou e sempre vai apoiar o clube. Estão de parabéns sempre. Nossa equipe se portou muito bem. Nossa equipe saiu atrás no placar e buscou o tempo todo tempo o triunfo. Aos poucos, a gente vai se acertando.

Jogou com alguém do grupo?
- Joguei com Elton, Jackson... Não lembro os outros. Mas conheço bastante.

Autor: ,postado em 01/06/2018


Comentários

Não há comentários para essa noticia

Mande uma Resposta

Publicidade