×

Enderson pensa em rodar o elenco no inÝcio do ano para reduzir carga de jogos


Enderson pensa em rodar o elenco no inÝcio do ano para reduzir carga de jogos

O técnico Enderson Moreira já começou a pensar em estratégias para reduzir a carga de jogos do elenco do Bahia. Após fechar a temporada com um empate sem gols com o Cruzeiro, no último domingo, no estádio de Pituaçu, o treinador tricolor afirmou que é necessário rodar o elenco no início da temporada.

- Esse é o processo mais importante. Com essa atenção, pode dar jogo para muitos atletas. Quando cheguei, alguns atletas tinham poucos jogos e outros tinham uma carga enorme. Você começa a ficar um pouco engessado. A gente conseguiu usar o grupo de forma que pudéssemos aproveitar quase todos. Quase todos tiveram oportunidade de jogar. Passa por isso. Ter a capacidade para rodar o elenco sem descaracterizar a equipe. Manter uma organização, uma forma de jogar, buscando resultados. Com essa possibilidade de diminuir um pouco o número de jogos dos atletas no começo – disse Enderson.

O Bahia fez 75 jogos na temporada. Zé Rafael, o atleta que mais atuou, entrou em campo 68 vezes; Gregore, 63.

Questionado sobre a possibilidade de entrar no Campeonato Baiano com a equipe sub-23, Enderson Moreira desconversou, ainda que tenha deixado claro que é necessário reduzir o número de jogos.

- O que a gente tem conversado, e é importante, é que a gente possa fazer uma ótima pré-temporada e minimizar, de alguma forma, nesse começo, a sequência de jogos. Estamos conversando sobre o que pode ser feito. A gente precisa, todo mundo concorda, a gente não pode entrar tão desgastado no segundo semestre, no início do Campeonato Brasileiro, como aconteceu esse ano. A gente pode pagar um preço altíssimo se não tiver esse cuidado – afirmou Enderson.

O elenco tricolor agora entra de férias e retorna no dia 3 de janeiro. O primeiro compromisso é no dia 16, contra o CRB, pela Copa do Nordeste.

Autor: ,postado em 03/12/2018


Comentários

Não há comentários para essa notícia

Mande uma Resposta

Arquivos

  • Agosto de 2019
  • Julho de 2019
  • Junho de 2019
  • Maio de 2019
  • Abril de 2019
  • Mar´┐Żo de 2019
  • Fevereiro de 2019
  • Janeiro de 2019
  • Dezembro de 2018
  • Novembro de 2018
  • Outubro de 2018
  • Setembro de 2018
  • Agosto de 2018
  • Julho de 2018
  • Junho de 2018
  • Maio de 2018
  • Abril de 2018
  • Mar´┐Żo de 2018
  • Fevereiro de 2018
  • Janeiro de 2018
  • Dezembro de 2017
  • Novembro de 2017
  • Outubro de 2017
  • Setembro de 2017
  • Agosto de 2017
  • Julho de 2017
  • Junho de 2017
  • Maio de 2017
  • Abril de 2017
  • Mar´┐Żo de 2017
  • Fevereiro de 2017
  • Janeiro de 2017
  • Dezembro de 2016
  • Novembro de 2016
  • Outubro de 2016
  • Setembro de 2016
  • Agosto de 2016
  • Julho de 2016
  • Junho de 2016
  • Maio de 2016
  • Abril de 2016
  • Mar´┐Żo de 2016
  • Fevereiro de 2016
  • Janeiro de 2016
  • Dezembro de 2015
  • Novembro de 2015
  • Outubro de 2015
  • Setembro de 2015
  • Agosto de 2015
  • Julho de 2015
  • Junho de 2015
  • Maio de 2015
  • Abril de 2015
  • Mar´┐Żo de 2015
  • Fevereiro de 2015
  • Janeiro de 2015
  • Dezembro de 2014
  • Novembro de 2014
  • Outubro de 2014
  • Setembro de 2014
  • Agosto de 2014
  • Julho de 2014
  • Junho de 2014
  • Maio de 2014
  • Abril de 2014
  • Mar´┐Żo de 2014
  • Fevereiro de 2014
  • Janeiro de 2014
  • Dezembro de 2013
  • Novembro de 2013
  • Outubro de 2013
  • Setembro de 2013
  • Agosto de 2013
  • Julho de 2013
  • Junho de 2013
  • Maio de 2013
  • Abril de 2013
  • Mar´┐Żo de 2013
  • Fevereiro de 2013
  • Janeiro de 2013
  • Dezembro de 2012
  • Novembro de 2012
  • Outubro de 2012
  • Setembro de 2012
  • Agosto de 2012
  • Julho de 2012
  • Junho de 2012
  • Maio de 2012
  • Abril de 2012
  • Mar´┐Żo de 2012
  • Fevereiro de 2012
  • Janeiro de 2012
  • Dezembro de 2011
  • Novembro de 2011
  • Outubro de 2011
  • Setembro de 2011
  • Maio de 2011
  • Mar´┐Żo de 2011
  • Agosto de 2010
  • Janeiro de 2006
  • Dezembro de 0
  • Publicidade